Entrevista com Adeptos.

-Qual foi sua primeira iniciação? quando foi? como você se sentiu?

Minha primeira iniciação, foi Luciferiana

 

Aos 17 anos e foi me desmistificado sobre este mundo

-como se deu, como você conheceu a ordem que te iniciou?

Na verdade sou uma alquimista e foi dado por meu avo materno.

 

Venho familia e desde o perder do tempo

 

Lux luz sabedoria conhece a ti mesmo

-a quantas ordens você pertence? quais são elas?

muitas , por escolha Minha para buscar conhecimento me evoluir meus aprimoramento espiritual e pessoal.

-você poderia nomear algumas?

Sim templária, rosa cruz, maçonaria…

 

Me dedico mais a maçonaria.

-qual o seu cargo predileto na maçonaria e porque?

Diria grau, o primeiro pois somos eterno aprendizes da senda iniciática

 

Sobre cargos? Bem digo gu Cobridor externo e interno

-e porque você gosta deles?

Estes cargo devem ser exercidos pelo mais antigos ou venerável mestre

 

Digo que do ocidente temo uma visão de tudo que ha passamos em cada cargo.

-Você já foi venerável mestre?na sua opinião qual o maior desafio de ser venerável mestre?

Sim fui em três veneraturas

 

Quanto.ao desafio e não deixar a sua loja morrer na modernidade e na perda de nossas tradições

 

Tanto misticas, litúrgicas ritualísticas e administrativa desafio e lidar com irmãos auê ainda não tem a arte real no seu ser.

-você sofreu muito preconceito como mulher maçom?

Sim, muitos, mas sei que a mulher segundo nossa sociedade não foi preparada para, gerir um país, mesmo provamos contrário na maçonaria não diferente ainda nais sendo uma mulher jovem a galgar cargos nunca pensado por homens

 

Tiro por mim

-porquê você tira por você?

Brasileira, jovem aos 40 anos ser grã0 mestre e depois galgar um grau 33

 

E ir se tornar uma soberana grande comendadora

 

De um rito militar e fundamentalista pela essência

-dos graus filosóficos que tu fez qual o grau que mais te marcou?

18 e o 30

-porque?

No 18 e grande salto quântico

 

No trinta e responsabilidade do 1 ao 30

 

Digo ai sabemos somos ou não unos e fraternos

-Qual sua visão sobre a situação da maçonaria no Brasil?

Na minha visão vai demorar uns 20 anos ainda para aceitar a mulher dentro ordem em cargos altos ainda fundamentalista

 

A nível de ordem vejo como um club privado de donos de lojas

-e a relação da maçonaria com politica como você vê?

Muito omissa uma vez ele tem por lema L. I. F

 

Este tema foi usado na revolução francesa

 

Onde a ordem foi 100%, que promoveu a transformação de França

 

Por livres pensadores

 

E vejo, a ordem omissa maioria de nossos representantes esta no congresso nacional e não fazendo jus ao ensinamentos da arte real.

-Qual você acha que vai ser o futuro da maçonaria no Brasil?

Precisa ser renovada suas leis imutáveis, ora era perfeita hoje não. Mas, creio sentarei com meus igual num grande banquete fraterno, utópico sei… Já vejo luz no fim do túnel…

-Como seria essa “luz no fim do tunel”?

Reconhecimento da mulher em Londres,  afinal seguem regras de lá sem terem vínculos com eles diretos.

-qual seu conceito de vida após a morte, e de espiritualidade?

Acredito, pois não paramos nos vida aqui neste plano terrestre

 

espiritualidade todos temos e somo espíritualizados

 

Aliás ser na com RC e templário no SS fe esta ai no depois melhor pós morte.

-Qual seria sua mensagem final para as pessoas que estão lendo essa entrevista?

ordens são perfeitas, defeituosos somos cada um de nós que nos tornamos omissos ao lingo da via iniciativa. Tenha esperança ser humano e o verdadeiro milagre da natureza, pois este e exemplar perfeito do Criador dos mundos.

 

~ por Rosemaat Abiff em 09/04/2016.

4 Respostas to “Entrevista com Adeptos.”

  1. Interessante. Ela não menciona se ocorreu uma iniciação luciferiana literalmente. A questão de Lúcifer pode ser “cifrada” e compreendida de distintas maneiras (desde Vênus ao próprio arquétipo de “Eosphoros”, de fato, uma elevação espiritual em direção à luz). Uma pena não haver compartilhado quais organizações participou, além da maçonaria, a vertente e templária e o rosacrucianismo. Uma pena, pois até mesmo a fotografia ela postou. No entanto, valeu bastante a colaboração.

    Curtir

    • A ideia é não expor os entrevistados, não trazer dano a eles,as entrevistas servem para mostrar os diferentes lados da iniciação e da existencia iniciatica.

      Curtir

      • Sim. Mas de alguma maneira a fotografia expõe também (pensando em redes sociais). E de outro lado, a entrevista soa ficcional. Mas claro, compreendo o posicionamento do site.

        Curtir

      • Todas as entrevistas, do entrevista com adeptos, são verdadeiras eu garanto.
        Praticamente quase nenhum dos participantes leva o nome, e são bem variados, veja as outras entrevistas.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Cabalistas de bombacha

Shalom Aleichem! Seja bem vindo, aqui estudaremos textos e vídeos de diversos Rabinos,focando na Cabalá Judaica tradicional, também abordaremos os costumes e a religião Judaíca.

O CAMINHO DO XAMÃ

Arte, Magia e Desenvolvimento Pessoal

Portalfisica.com

Portal acadêmico de apoio às aulas Presenciais - Prof. Hans Dpto Física -UFSM

conspiro-net

Beyond Conspiracy,Beyond Reality

Meio Mago

Transmute-se...

polluti labia

ANATOMIE DE L'ENFER

Quantum Web

Tecnologia da Informação

%d blogueiros gostam disto: