ATENDIMENTO DO PRETO VELHO

Salve Deus, meu filho Jaguar!

Preto Velho é amor, humildade e tolerância. Ele não diz a determinado paciente que ele está carregado porque fizeram um despacho para ele. Ele não leva ninguém ao desespero e, sim, ao conforto espiritual. Ele nada promete. Ele ajuda, dentro dos limites cármicos e do merecimento de cada um.

Filho, é muito triste ouvir falar que um Apará fez isso ou aquilo e, o que é pior, veio desarmonizar um visitante nosso.

Também é muito triste saber que um Apará, com toda sua sensibilidade mediúnica, se deixou levar por uma influência negativa e transmitiu o que não devia.

Filho, ao sentir em seu trabalho de Trono uma possível interferência, uma aproximação negativa, proceda a passagem e deixe que o Doutrinador doutrine e faça a elevação, para que você retorne com seu Preto Velho, transmitindo a voz direta do Céu!

Filho, evite tocar no paciente, evite o contato físico e procure trabalhar com as emanações de nossas energias, que são fluidos benéficos aos pacientes.

Saudações tais como: “Salve o fogo!”, “Salve a Terra!”, “Salve as areias das praias!”, “Salve o trovão!”, etc. devem ser evitadas, porque nada significam em nossa Doutrina.

Filho, tenha sempre em mente que você é um ser especial que recebeu a missão sagrada de ser um medianeiro entre o Céu e a Terra, e que todos os que o vêm confiam em você.

Salve Deus! Que o Divino Mestre Jesus o abençoe!

CURA DESOBSESSIVA

Certa vez eu estava envolvida como que em teias de aranha. As pessoas haviam posto na cabeça que eu curava, adivinhava e dava remédios. Isso era horrível!

No espaço, tenho companheiro para tudo, na hora de adivinhar, de curar.

Porém, para a cura física, sofro muito. Ninguém quer me ajudar!

Trouxeram-se um homem aos gritos. Vinha do médico. Comecei a cura desobsessiva, pois vi um elítrio bem adiantado. Nesta época não dispunha de um Doutrinador formado. Pensei em utilizar alguns Aparás, mas os vi ali, sem qualquer sintonia. E aconteceu que o homem piorava, berrando de dor.

Como nem os Pretos Velhos e nem os Caboclos que estavam por ali me aconselhavam com alguma medicação física, resolvi administrar uma medicação bem conhecida, e qual não foi minha surpresa ao ver Vovô Hindu aparecer, dizendo:

– Filha, não comece errado! Você veio como Missionária da Vida Eterna e jurou pelos seus olhos, também, para ensinar o certo. Deus colocou o médico na Terra com a Ciência Biológica. Como pode você desafiar esta Ciência que já está pronta? Se veio com a Missão Crística Evangélica, nada tem a ver com a Ciência Biológica! Se quisesse desafiar a Medicina ou as Leis da Terra, Pai Seta Branca a teria preparado como médica, como bacharel ou mesmo em Letras…

O remédio estava ali. Olhei Vovô Hindu, e ele sorriu. Dei o remédio e, após mais ou menos cinco minutos, o homem estava bem, e foi embora. Fiquei meio encabulada.

Vovô Hindu começou, então, a me contar essa história:

– Quando o Anjo Ismael decidiu que o Brasil seria a Pátria do Evangelho, vendo a chegada do Africanismo convocou os cientistas alemães, promovendo sua sublimação, proibindo o curandeirismo. Estabeleceu-se que os médicos de cura desobsessiva baixariam nos aparelhos mediúnicos, enquanto os médicos de cura física terrena atuariam nos médicos profissionais encarnados na Terra.

~ por Rosemaat Abiff em 12/02/2018.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
Bruxo de Lua

"Ambularet per pænumbra."

Bnei Baruch Monterrey

Auténtica Sabiduría de la Kabbalah

symbolreader

Sharing My Love of Symbols

Sinagoga Ohel Jacob e Comunidade Hehaver

Site oficial sinagoga Ohel Jacob. Judaísmo Liberal em Lisboa. Única sinagoga askenazi em Portugal, 1934. Visitas guiadas, shabat e celebração de festividades.

Cabala sem Fronteiras

by Vinícius Oliveira

Selo 144

A VERDADE UNILATERAL

%d blogueiros gostam disto: