FILANTROPIA OU BENEFICÊNCIA: O QUE A MAÇONARIA FAZ?

Quando estamos em trabalho de Loja Maçônica e somos informados por um dos obreiros que vamos fazer feliz a humanidade, pelo amor, pelo aperfeiçoamento dos costumes, pelo respeito a autoridade e a religião, então, meus Irmãos, cabe a nós uma reflexão: trabalhamos em Loja para praticar a verdadeira filantropia ou beneficência?

Se falarmos em filantropia, podemos nos adentrar pelo pensamento de que ela é uma das virtudes que todo Maçom deve cultuar e praticar no seio da sociedade. A prática moral e os ensinamentos filosóficos dentro da Maçonaria nos levam a entender que, com a simples doação no Tronco de Solidariedade, não estamos praticando a verdadeira filantropia que a Loja ou a Grande Loja deve praticar.

Estamos sendo dentro da união maçônica uma parte. Mas se nos juntarmos aos demais Irmãos de todas as outras Lojas, seremos fortes financeiramente e materialmente para podermos contribuir com todos os necessitados das regiões que estamos abrangendo. Ou seja, a força e a união de todos os Maçons fazem em sua filantropia e a humanidade cada vez mais feliz.

É evidente que a filantropia dos Maçons não deve parar por aí (só entre os Maçons), visto que há muito o que fazer na sociedade. Todavia, a Instituição ou a Loja não são filantrópicas, e sim o homem Maçom deve sê-lo, dentro e fora de Loja, dando assim, além de tudo, exemplo aos seus familiares, amigos, colegas de que devemos seguir o que grandes ícones da humanidade pregaram e realizaram.

A beneficência e a solidariedade na Maçonaria nada mais são do que uma simples manifestação do Irmão, um espírito caritativo que nunca deve servir de ostentação para o outro e nem de vaidade, mas sim com o fundo da caridade e a ajuda ao mundo profano. Em ambos os aspectos, beneficência e solidariedade, o objetivo é levar o Maçom a ter em mente sempre a busca do bem para a humanidade, o bem dos anônimos, daqueles que não se é preciso ver para sentir necessitado, sentimento que vem de um coração sensível ao bem, o dever do coração do Maçom.

O valor arrecadado pelo Tronco deve ser utilizado para socorro e assistência a Irmãos necessitados ou, quando decidido em Loja, parte do total arrecadado poderá ser destinado a instituições profanas de caridade. A Loja Maçônica nunca deverá absorver este valor como seu patrimônio ou utilizá-los para fins festivos.

Não é finalidade de Maçonaria fazer benefícios no sentido material. A beneficência maçônica é esotérica, direciona ao Maçom o benefício espiritual – espelhado no amor ao próximo.

Vamos e podemos fazer feliz a humanidade com a união de todas as Lojas. A nossa Grande Loja poderá fazer o bem material ao mundo profano por meio de iniciativas da Grande Loja e da contribuição de todas as Lojas, com o Tronco de Beneficência ou Tronco de Solidariedade, pois com o pouco que se arrecada, pouco ou nada se pode fazer, mas, com a união de todas as Lojas, podemos fazer feliz a humanidade com bens materiais e fazer o Maçom feliz espiritualmente com a prática da doação.

Por Ir∴ Mauro Luiz Campos Pereira

Publicado no Informativo InforMaçom, Nº 77, de Março 2016, disponível em https://bancadosbodes.com.br/informacom-no-77-marco-2016/

~ por Banca dos Bodes em 25/06/2020.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
Bruxo de Lua

"Ambularet per pænumbra."

Bnei Baruch Monterrey

Auténtica Sabiduría de la Kabbalah

symbolreader

Sharing My Love of Symbols

Sinagoga Ohel Jacob e Comunidade Hehaver

Site oficial sinagoga Ohel Jacob. Judaísmo Liberal em Lisboa. Única sinagoga askenazi em Portugal, 1934. Visitas guiadas, shabat e celebração de festividades.

O PROFESSOR

by Vinicius Oliveira

Selo 144

A VERDADE UNILATERAL

%d blogueiros gostam disto: