Filosofia e Hermetismo

texto feito originalmente para o Gazeta Herética do amigo Joner.

Hermetismo e a filosofia

Usamos a palavra hermética para uma garrafa bem fechada. Poucos sabemos que o termo vem de Hermes, uma figura emblemática que surge em algum momento do Renascimento Italiano.

Para além da intricada discussão no entorno de “Hermes”, já que hoje é bem assente que essa figura nunca existiu, mas foi uma criação, e que suas “teorias” são amalgamas de neo-platonismos com outros achismos, o que desejo prosear nesse breve texto para o Blog do amigo Joner Garcia é justamente porque buscamos algo “hermético”.

Nesse sentido minha ideia é tomar o que hermético passou a significar, isto é, ao que está fechado. E no contexto de uma espiritualidade filosófica, comentar um pouco sobre isso.

Buscamos algo que não sabemos o quê. Alguns conseguem perceber isso em si, a maioria não. Para os que conseguem se dar conta disso, passamos a ler conteúdos sobre e logo vemos que há um mundo.

Habitualmente será nas seções de esotéricos e religião que iremos encontrar alguns conteúdos. E para todos os que “mexem” com isso será uma caminhada na qual a sensação de caos reina. Existirão textos e autores que nos inspiram confiança, mas outros que nos parecerão malucos.

Nessa busca sabemos que gostamos muito de certos temas. E que sempre voltamos a eles. E que de certo modo nos pegamos pensando mesmo neles como muita frequência.

Com a internet esse processo ganhou outros ares. Conseguimos contatar pessoas de vários lugares. Ter acessos a infinitos PDF sobre o tema. Porém, fica sempre o desejo de um engajamento mais consistente sobre todos esses temas e o que eles nos propõem.

Em termos filosóficos, isto é, de uma faculdade de filosofia, o tema é tratado. Contudo, não se iluda, de modo frio e técnico. Tudo será enquadrado dentro de longas tradições, perdendo um pouco aquele “gás” que nos anima com os temas.

Talvez nos cursos de “Ciências das Religiões” o tema seja mais bem tratado. Não é pouco, o fenômeno dos “buscadores” é algo volumoso no Brasil. Do ponto de vista editorial se sabe bem que é um “mercado” razoável. Consiste, portanto, em um fenômeno social em busca do sagrado.

O hermetismo terá aí u tratamento solene, diferente da filosofia acadêmica.

Em resumo, buscamos sim um sentido profundo da vida. E de algum modo tem pessoas muito sensíveis a isso e mesmo sem um método buscam loucamente por esse sentido. Sem saberem explicar notam que por “detrás” das coisas subjaz algo misterioso.

Pessoalmente me dedico de um ponto de vista da Filosofia e da Teologia a estudar esse fenômeno. A escrever de modo didático como as pessoas podem organizar essa busca, evitar certos desperdícios de tempo e, sobretudo, incentivar que continue a ter contato com esse sentido maior da vida.

~ por Prof. Me. Cídio Lopes em 29/10/2020.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
Bnei Baruch Monterrey

Auténtica Sabiduría de la Kabbalah

symbolreader

Sharing My Love of Symbols

Sinagoga Ohel Jacob e Comunidade Hehaver

Site oficial sinagoga Ohel Jacob. Judaísmo Liberal em Lisboa. Única sinagoga askenazi em Portugal, 1934. Visitas guiadas, shabat e celebração de festividades.

Banca dos Bodes

Revistas, Jornais, Boletins e Livros Maçônicos

Cabala sem Fronteiras

by Vinícius Oliveira

Selo 144

A VERDADE UNILATERAL

%d blogueiros gostam disto: