A Kabbalah Cristã

Bibliot3ca FERNANDO PESSOA

Tradução J. Filardo

Este artigo é sobre a Cabala Cristã tradicional. Para outras tradições Cabalísticas, consulte Kabbalah, Cabala Hermética e Cabala Prática

A Cabala Cristã surgiu durante o Renascimento devido ao interesse dos eruditos Cristãos pelo misticismo da Cabala Judaica, que eles interpretavam de acordo com a Teologia Cristã. É frequentemente transliterado como Cabala (também Kabbalah) para distingui-lo da forma judaica e da Cabala hermética. [[i]]c

Antecedentes

O movimento foi influenciado pelo desejo de interpretar aspectos do Cristianismo de forma ainda mais mística do que os atuais – místicos cristãos. Documentos neoplatônicos gregos chegaram à Europa vindos de Constantinopla no reinado de Mehmet II. Neoplatonismo tinha sido prevalente na Europa cristã e entrado no Escolasticismo desde a tradução de textos gregos e hebraicos na Espanha no século 13. A tendência do Renascimento foi um fenômeno de vida relativamente curta, terminando em 1750.

Estudiosos cristãos interpretaram as ideias cabalísticas…

Ver o post original 172 mais palavras

~ por zehfilardo em 20/07/2021.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
Bruxo de Lua

"Ambularet per pænumbra."

Bnei Baruch Monterrey

Auténtica Sabiduría de la Kabbalah

symbolreader

Sharing My Love of Symbols

Sinagoga Ohel Jacob e Comunidade Hehaver

Site oficial sinagoga Ohel Jacob. Judaísmo Liberal em Lisboa. Única sinagoga askenazi em Portugal, 1934. Visitas guiadas, shabat e celebração de festividades.

Cabala sem Fronteiras

by Vinícius Oliveira

Selo 144

A VERDADE UNILATERAL

%d blogueiros gostam disto: